Selvagem e misteriosa, pouco se sabe sobre a origem de Aracema. Sabe-se que ela é uma das deusas mais velhas do panteão, talvez nascida durante a Primeira Era. A deusa tem temperamentos conflitantes que faz dela uma guerra implacável e uma aliada importante.

Aracema não possui poder sobre humanos e possui pouco sobre a Existência, porém seu poder sobre a criação é imenso. Ela criou grande parte da fauna atual e a protege com garras e presas. Embora residisse na Taba dos Deuses era comum viver fora dela, junto com os animais. Além disso, embora jurasse lealdade a Cacira, ela não possuía qualquer afiliação real com ele e com os outros deuses. Graças a esse comportamento, ela ficou conhecida como deusa da liberdade.

Embora não seja dotada de grande magia, Aracema é uma guerreira excepcional. Tão forte e veloz quanto Cacira, suas armas são as garras em seus dedos e as presas em sua mandíbula. Sendo a primeira deusa a lutar ao lado do Cacique, ganhou o título de Primeira Deusa Guerreira. Além disso, ela possui o poder de mudar de forma, podendo assumir a forma de qualquer animal que desejar. Ela, porém, não costuma se envolver em combates, preferindo se manter em formas animais para habitar na natureza.

Com o tempo passando, Aracema percebeu que alguns humanos tinham uma proximidade natural com animais. Tanto, que estariam dispostos a qualquer coisa para protege-los. Ela criou seus próprios herdeiros. Eles não eram guerreiros, porém com o tempo, aprenderam a guerrear e lutavam lado a lado com os herdeiros de Cacira.

A modernidade revelou muitas faces escuras da deusa. Não apenas a forma que os animais eram tratados, mas toda a cultura escravagista a levou ao ápice de sua selvageria. Sua luta incessante pela libertação de todo e qualquer ser oprimido, fosse humano ou animal, lhe rendeu a alcunha de “As Asas da Liberdade”. Embora muitos deuses fossem esquecidos e abandonados, Aracema ainda era fervorosamente adorada.

Aracema logo percebeu que sua guerrilha não seria suficiente para atingir seus objetivos. Ela começou a se embrenhar pela monarquia, pela política e até no exército. Aos poucos ela e seus herdeiros conquistavam cada vez mais terreno. Ela, hoje, comanda diversos batalhões de defesa ambiental para assegurar que seu reino jamais seja extinto.

Aracema é uma das poucas deusas que ainda hoje geram herdeiros. Embora não se envolva com conflitos de qualquer tipo, ela ajuda quase todos os herdeiros que peçam por sua ajuda. Na guerra que se instaura, sua lealdade jaz com Ya’Wara, tornando-a uma aliada, mesmo que passivamente para esse lado.

Status: Acordada

Hierarquia: Deusa Maior

Santuário: Chácara Asa Branca

Magia: Realidade e Criação

Relações:

Esposo: Esga 

Filha: Isabel 

Herdeiros: Domadores

As Asas da Liberdade

A Primeira Deusa Guerreira

Aracema

Deusa dos Animais

Aracema.jpg
WixLongo2.png