Caçadores

Herdeiros de Esga

O Veneno na Ponta da Flecha

Após a criação dos guerreiros de Cacira, Esga, com inveja, criou seus próprios herdeiros, os Caçadores. Embora sejam uma linhagem poderosa e muito difundida, também é uma herança muito mal compreendida por ter sido originada de um ato de ciúmes e inveja. Por causa disso, muitos aderiram a rixa de seu patrono com o Cacique e vários tendem a assumir uma postura de arrogância para outros herdeiros.

A rixa entre Caçadores e Guerreiros sempre existiu e era muito pior nos velhos tempos. Quando ambos foram criados, guerreiros investiam contra caçadores e em resposta, caçadores emboscavam tropas inteiras. A rixa só abrandou quando os Guias foram criados e em uma sucessão de eventos, alguns Caçadores se tornaram, junto com os Guerreiros, Guardiões do Fogo Sagrado. Isso gerou uma separação entre os Caçadores. Um lado seguia o patrono e não se misturava com guerreiros e Cacira, os outros se tornaram amigos gerando uma aliança que se tornou muito temida.

Caçadores são uma força a ser considerada. São rápidos, inteligentes, astutos e implacáveis. Embora não sejam capazes de vencer Domadores ou Guerreiros em combate direto, um único caçador é capaz de vencer um batalhão inteiro em combates indiretos.

Eles são versados em vários tipos de armas, além de terem uma visão e mira perfeitas. Algumas linhagens mais poderosas são capazes de invocar animais de caça, um encantamento parecido com os dos domadores, porém mais fraco e mais limitado.

Paba conseguiu recrutar muitos caçadores para o seu lado. Como grande parte dos caçadores têm problemas com as próprias linhagens e sua herança, não foi difícil convencê-los que uma Criação sem deuses seria um lugar melhor. Porém, aos que enxergam os Caçadores como uma herança de traidores devem lembrar que um dos maiores generais de Ya’Wara e comandante de seu exército é um Caçador.